quarta-feira, 4 de abril de 2012

UM POUQUINHO SOBRE MIM (2)

   Olá gente querida, agradeço imensamente o carinho recebido em cada comentário ou visita. Bem gente pensei muito antes de fazer este post, e acabei fazendo, pois é o que meu coração manda.
   Em 31/10/2010, domingo de feriado e eleição aqui no Brasil, fomos dar um passeio de família aqui nas redondezas da ilha, Campeche, Lagoa da Conceição, Morro das Pedras, quando na volta por volta das 4:00 hs, a uns 6 km de casa , colidimos com um automóvel em alta velocidade na contra mão. O motorista de aproximadamente 40 anos nada sofreu, estava drogado, meu marido e minha filha sofreram ferimentos leves, eu com alguns traumas e fratura de costela fiquei 11 dias internada, mas o pior quem sofreu foi minha querida mãe. Ela teve fraturas, perdeu sangue e problemas cardíacos, sofreu tudo o que eu jamais queria ver ninguém sofrer, quanto mais minha mãe. Ficou  um mês internada, 8 meses na cama, apesar de tudo isso superou as dificuldades e desafios que apareciam com a ajuda de fisioterapia voltou a andar com auxílio. Quando 1 ano e 2 meses haviam se passado e eu a sentia mais forte, tranquila, esperançosa, confiante para continuar a vida ela teve um infarto agudo e se foi.
    Durante o período que cuidava dela tive um turbilhão de sentimentos contidos, não tinha tempo nem direito  pra isso, tinha que lutar contra as dificuldades que surgiam todos os dias. Surgiram pessoas maravilhosas que nos apararam e ajudaram  e outras nem tanto que vamos conhecendo nas horas difíceis. E no meio disso tudo
surgiu a blogosfera através da Nai que estava sempre a meu lado me ajudando em todos os sentidos, como não tinha tempo nem de ir na padaria nas poucas horas do dia que restavam era aqui que me inspirava, conhecia novos lugares, novas amizades  e me distraia.
   Tudo isso que hoje exponho para vocês é para justificar minha ausência temporária, pois senti a necessidade de parar para sentir, questionar e refletir tudo o que aconteceu.. É  para falar da importância de vocês aí no outro lado que sem nada saber estavam me ajudando. É também para dizer que um acidente pode ser um crime quando provocado por pessoas irresponsáveis que se drogam e bebem e saem por aí matando pessoas inocentes, destruindo famílias, interrompendo sonhos. Irresponsáveis que estão cada vez mais protegidos pelas leis de nosso país.
  Hoje ficam as lembranças constantes , a saudade, a dor, e os meus pedidos diários que Deus a ampare e abençõe sempre em todo tempo e lugar. Desculpem o desabafo, estou bem e aos poucos vou retornando.

Beijos, Cris!

Outono, dia ensolarado e quente!

14 comentários:

  1. Cri, a vida nos surpreende, mas acima de tudo o amor unirá sempre as pessoas mesmo que não estejam mais nesse plano.
    Muita luz e amor em sua vida sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa querida que coisa triste,é ta cada dia mais dificil transitar nas ruas e estradas em nosso pais ,tem muitos motoristas ou melhor monstrorisas,inresponsaveis que transformam o carro em uma arma mortal,e as leis estão cada vez mais porcas protegendo os marginais,sinto muito por sua mãe ,mas sei que Deus te dará forças para continuar em frente, senti sua falta mas entendo,bjs fique bem

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga querida, atitudes imprudentes têm vitimado muitas famílias.
    É realmente necessário que tomemos uma atitude com relação a essa situação.
    Na Band News FM (São Paulo) estão fazendo uma campanha de assinaturas para que as leis que "protegem" quem dirige embriagado sejam modificadas.
    Essa campanha teve início depois que um rapaz perdeu sua mãe e a irmã atropeladas por um motorista que dirigia embriagado.
    Todo brasileiro pode assinar.
    Basta entrar no site da Band News.
    Você, melhor que ninguém sabe o transtorno que pode ser evitado com uma lei mais rigorosa, onde a pessoa tenha receio das consequências de não agir corretamente.
    Por enquanto só quem sofre as consequências são os inocentes.
    Parabéns pela iniciativa Cris, tenha certeza de que seu depoimento é muito importante para que tudo isso seja mudado.
    A cada dia que passa aprendo a gostar mais de você!
    Grande beijo e abençoada quinta-feira Santa!

    ResponderExcluir
  4. OI amiga,li e fiquei emocionada com o que vc está passando,desejo que Deus lhe de força para superar tudo da melhor forma possivel,uma pena que exista pessoas tão irresponsavéis que cometam crimes irreparáveis sem se importar com a dor de pessoas que amam os seus familíares e amigos,desejo a vcs todo o amor e paz nestá páscoa,bjkas....

    ResponderExcluir
  5. minha querida que Deus te de forças neste momento dificil
    estarei orando por você para que Deus conforte seu coração bjs

    ResponderExcluir
  6. Querida Cris
    Sinto muito pelo ocorrido, nessas horas difíceis não sei o que dizer, acho que devemos nos apegar a Deus, que só ele para dar-nos forças para continuar.
    Desejo a você e toda sua família uma Feliz e Santa Páscoa.
    Um grande beijo
    Roseli

    ResponderExcluir
  7. Olá Cris e Nai, tudo bem?

    Nossa que relato mais triste esse. Eu só posso dizer que sinto muito por todo acontecido.

    Vamos fazer orações pela sua mãezinha.

    Quero desejar a todos da família uma Feliz Páscoa, com muita união e amor no coração

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  8. Passei pra desejar uma linda e feliz Páscoa meninas!
    Grande beijo e abençoada semana!

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris e Nai
    Amiga, tudo isso é muito triste e só Deus para nos amparar nestas horas.
    Quero desejar a voce e a sua família uma Feliz Páscoa, com muita paz!
    Beijos e tenha uma linda semana!

    ResponderExcluir
  10. OI minha amiga.
    Sabia de sua mãe sim, mas não sabia sesta historia de vida!
    Sinto muitissimo pelo ocorrido e penso como vc. Irresponsáveis atras do volante é como uma pessoa com arma na mão.
    Infelizmente o Brasil terá que rever essa questão de lei de transito e melhorar muito.
    Sinto muito pela sua mãe.
    E sinceridade acho que a blogosfera é um lugar maravilhoso para se conhecer pessoas amigas cheias de novidades, ideias, carinho e amor.
    Bem vinda novamente.
    Venha aos poucos mas venha!
    Agradeço seu carinho pelo meu niver. Fiquei muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito feliz quando te vi lá independente do dia, vc lembrou de mim.
    Beijos de Canela

    ResponderExcluir
  11. Flor que barra hein! Me emocionei daqui, sou filha única e apegada ao extremo a minha mãe, e é como vc disse, tem pessoas que saem nas ruas sem preocupação nenhuma se vão destruir vidas, histórias por acontecer.
    Tenho certeza que sua mãezinha está bem, e como acredito que aqui é só uma pausa e a vida sempre se reinicia, ainda se encontrarão!Bjo no coração e muita luz sempre!

    ResponderExcluir
  12. Minha querida Cris, há dias que estou para vir aqui para agradecer todo o carinho que recebo de você. Quando sai de férias eu estava passando por um período de estresse extremo. Nas férias que passei com minha mãe eu não fiz praticamente nada, simplesmente me permitir "ser", descansar. Quando voltei de férias voltei a trabalhar imediatamente e recebi visitas (que eu curti muito). Com isso o tempo para visitar minhas amigas ficou menor, mas estou tentando devagarinho voltar a ativa.
    Sua presença carinhosa em meu pequeno espaço não passou despercebida, mas somente agora consegui chegar aqui, e me deparo com esse seu depoimento.
    Só posso imaginar sua dor, sua perda, e todos os sentimentos envolvidos. Que bom que sua filha tem estado ao seu lado lhe dando forças, lhe ajudando.
    Sua esperiência foi muito dura, exigindo muito de você, mas conhecendo você através de seu blog, acho que posso dizer que você tem a tenacidade e a ternura para superar positivamente todo esse sofrimento, pois somente alguém muito especial é capaz de no meio de tanta dor dar em troca sensibilidade, carinho e coragem. Você é uma pessoa especial, e eu sou grata por ter a chance de conhecer você, mesmo que somente virtualmente.
    Um grande abraço, e muito obrigada por me permitir fazer parte de seu mundo virtual.

    ps.: todas as vezes que vejo aquele vídeo eu choro, é um choro triste, é claro, mas é uma tristeza maior, pois de alguma forma me sinto conectada com o "Todo", com todas as pessoas.

    ResponderExcluir
  13. OI Cris...
    Estou chocada com este teu depoimento e como faz tempo que não apareço por aqui, estou
    até sem graça, mas não poderia deixar de comentar e te dizer que sei bem o que é a dor de perder a Mãe. A gente acorda de manhã e parece que não tem chão pra pisar. Mas te digo, que toda a dor que sentes agora será transformada com o milagre que só o tempo opera. Você é forte e graças a Deus tem o apoio merecido dos que a amam verdadeiramente. E mias, tem Deus Pai que nos escuta, nos ampara e nos dá força para seguir.
    Paz no seu coração, é o que te desejo agora.
    Um forte abraço com carinho, admiração e respeito.
    Norma.

    ResponderExcluir